sábado, 19 de dezembro de 2015

Edith Piaf nasceu há cem anos!



Para a minha amiga Maria que nasceu num 19 de Dezembro...

Nascida num bairro popular de Paris, em Belleville, Edith Giovanna Gassion demorou a conquistar o seu lugar. 
 Edith Piaf nasce em Paris em 19 de Dezembro filha de um acrobata de circo normando, nascido em Marrocos, e a mãe era  “pied noir” de origem franco-italiana (de mãe berbere-kabila) que canta em cabarets. 
Morre, em 10 de Outubro de 1963, na Côte d’Azur, morfinómana, rica e infeliz - depois de ter ajudado tanta gente!

Abandonada cedo, pelos pais, em casa da avó materna teve uma vida muito infeliz. Vida muito difícil a sua,  cantando às esquinas, aqui e ali, pobre, ao frio, na rua. Só muitos anos mais tarde ganhará prestígio. 
Um dia houve alguém que a “descobriu” e lhe chamou “môme piaf” – passarinho, em francês. 

Deu-lhe a oportunidade de cantar em cabarets bem frequentados e deixar a estrada. 
O seu nome passou então a ser conhecido pela Europa. Nos tempos em que a Europa sofria nas guerras e se ouviam canções bem tristes. Vi há uns anos o filme de Olivier Dahan (saído em 2007).
 1961



Edith Piaf deu a mão a muitos jovens cantores, desconhecidos e com talento, como ela fora, e ajudou-os  a subir a difícil estrada do sucesso. Por muitos se apaixonou nesse caminho: como Mouloudji, Yves Montand, Georges Moustaki, ou Charles Aznavour. Era grande o coração da “môme” Piaf!



8 comentários:

  1. Gosto muito da Edith Piaf e também a escolhi para um post para a Maria, mas JURO QUE NÃO COPIEI!!!!!
    Estava a fazer o post e tinha pensado colocar a Nana Mouskouri, quando ouvi no jornal da SIC que a Edith Piaf faria hoje 100 anos. Então lembrei-me de a colocar no post.

    Dose dupla para a "nossa" Maria!

    Um beijinho e desejo-lhe um bom fim-de-semana:) Por aqui está mesmo com ar de que vai começar a chover, depois de um dia bem bom!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, adorei este registo. Li a notícia e vi ontem no telejornal.
    Parabéns às duas.
    Beijinhos.:))

    ResponderEliminar
  3. Dose dupla de amizade, que bom!
    Há vidas de novela, com o ingrediente valioso de que aconteceram. É o caso da enorme Piaf, de que todos gostamos tanto, fora de série como cantante e como pessoa. Quando morreu chorei, o que não me lembrava é que nasci no mesmo dia em que ela veio ao mundo para bem nosso...
    Beijinhos para as duas!

    ResponderEliminar
  4. Foi um ser de excepção, não só pelo dom da voz, mas
    também, uma mulher de paixões. Ajudou a descobrir
    grandes valores, e também por isso a admiro ainda
    mais. Também vi o filme e não me importava de o rever.
    Obrigada e um bom domingo.

    ResponderEliminar
  5. O último amor de Piaf.
    https://youtu.be/gp3FvDqvU7g

    ResponderEliminar
  6. ~~~
    ~ Conquistou um lugar,
    no coração de todos os franceses
    e de todos que apreciavam a música francesa.

    ~ Uma vida difícil - de cariz existencialista -
    com ações que evidenciavam bom coração.

    Deixou-nos canções intemporais, muito belas.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


    ~~~ Dias harmoniosos, muito felizes.~~~

    ~~~ Beijinhos, MJ. ~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ~Ps~ Muito lamento
    que a 'Caixa Postal' indicada, não receba 'mails'...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Majo, o email acima indicado é o meu... Bom Natal!

      Eliminar
  7. Um exemplo de mulher que demonstrou ser possível ultrapassar as maiores adversidades e vencer. Uma voz inconfundível.
    Bom trabalho.

    ResponderEliminar